Pesquisar
Feche esta caixa de pesquisa.

O que a descarbonização tem a ver com a hotelaria?

Compartilhe:

Diante da crise climática, diversos setores da economia estão adotando protocolos mais sustentáveis para minimizar os impactos de suas atividades no meio ambiente. Um desses processos é a descarbonização, tema que já é uma preocupação dos meios de hospedagem, mas deve ganhar ainda mais espaço nos próximos anos. Mas, afinal, o que isso tem a ver com a hotelaria?

Os estabelecimentos do setor funcionam ininterruptamente, 24 horas por dia, sete dias por semana. Por isso, demandam um grande volume de recursos, como energia elétrica e água. Além disso, meios de hospedagem também dependem da entrega de insumos, que pode ser feita com meios de transporte que usam combustíveis fósseis, e gás para aquecimento, por exemplo.

Medidas de descarbonização na hotelaria
Preservar o meio ambiente e diminuir os efeitos da crise climática são responsabilidade de todos os setores da economia. Não à toa, a adoção de medidas sustentáveis, juntamente com as demais premissas ESG (sigla em inglês para as boas práticas ambientais, sociais e de governança), vem sendo mais cobrada pelo mercado e pelos consumidores. Assim, a descarbonização precisa fazer parte da agenda dos gestores do setor hoteleiro.

Primeiramente, é importante entender que a descarbonização é o processo de redução das emissões de dióxido de carbono (CO2) e outros gases de efeito estufa (GEEs) provenientes de atividades humanas, tais como a queima de combustíveis fósseis e a atividade industrial. Portanto, o objetivo é diminuir a concentração desses gases na atmosfera para mitigar os impactos das mudanças climáticas.

No setor hoteleiro, algumas medidas podem ser adotadas para esse fim. Alguns exemplos são:

  • Apostar na eficiência energética

Melhorar o isolamento térmico, usar LED na iluminação, adotar sistemas de aquecimento e resfriamento mais eficientes e controlar o uso de energia ajudam a reduzir as emissões de carbono a longo prazo.

  • Adotar fontes de energia renovável

Investir em painéis solares ou outras fontes de energia renovável permite que os hotéis gerem pelo menos parte de sua energia de maneira limpa. Atualmente, há casos em que 100% da energia consumida pelo estabelecimento vem de fontes renováveis.

  • Ter uma boa gestão de resíduos e água

Reduzir o desperdício, reciclar e reutilizar materiais, assim como adotar práticas de gestão eficiente da água, também são maneiras de contribuir para a diminuição da pegada de carbono.

  • Incentivar o transporte sustentável

Incentivar o uso de transportes públicos, oferecer bicicletas para hóspedes ou instalar pontos de recarga para veículos elétricos pode reduzir as emissões associadas ao transporte.

Créditos de carbono
Hoje, algumas redes hoteleiras já fazem parte do mercado de carbono. Os créditos de carbono são certificados digitais que asseguram que uma companhia evitou a emissão de GEEs. Hoje, cada crédito de carbono é equivalente a uma tonelada de CO2 que deixou de ser emitida. Assim, as empresas que reduzem a emissão dessas substâncias nocivas são recompensadas.

Os créditos de carbono podem ser comercializados. Então, organizações podem comprar certificados de projetos que reduziram ou evitaram emissões de gases do efeito estufa para compensar os efeitos da própria atividade. Na hotelaria, há exemplos de programas em que tanto o estabelecimento quanto o hóspede podem adquirir os créditos para compensar os impactos ambientais da estadia.

Outras vantagens da descarbonização para a hotelaria
Além da responsabilidade ambiental, a descarbonização traz outras vantagens para a hotelaria. Uma delas é atrair viajantes preocupados com os impactos de sua estadia no meio ambiente. Saber que o meio de hospedagem tem ações de redução da pegada de carbono pode conquistar hóspedes que estão em busca de ecoturismo ou turismo regenerativo.

Adotar fontes alternativas de energia e medidas para melhorar a eficiência energética também ajuda a reduzir custos operacionais a longo prazo. Considerando que a atividade dos hotéis é contínua, a economia pode chegar a centenas de milhares de reais em apenas alguns anos – ou na casa dos sete dígitos, quando consideramos redes hoteleiras globais.

Portanto, a descarbonização, em conjunto com outras práticas sustentáveis, podem tornar os meios de hospedagem mais competitivos.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com sua rede de contatos!

Compartilhe:

Fique por dentro de todas as novidades que a Harus oferece para o setor da hospitalidade.

Faça seu cadastro e receba nosso conteúdo em primeira mão!

Leia mais

pt_BR
Rolar para cima

VAMOS MANTER CONTATO

CADASTRE-SE E SEJA O PRIMEIRO A SABER SOBRE NOSSOS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS E EVENTOS EXCLUSIVOS.

Pesquisar
Olá! Tudo bem? Como posso te ajudar?