Search
Close this search box.

Wine tourism: discover 6 routes around the world

O enoturismo é o tipo de viagem perfeito para os amantes de vinho. Afinal, é possível acompanhar a colheita das uvas e o processo de fabricação, além de aprender mais sobre a bebida, enquanto conhece um novo destino. Atualmente, há opções de roteiros em todo o mundo, viabilizando o turismo do vinho durante o ano inteiro e oferecendo custos variados, que cabem em diferentes bolsos.

Separamos seis roteiros – três nacionais e três internacionais – de enoturismo para você conhecer e marcar a próxima viagem. Confira:

1- Vale dos Vinhedos (Rio Grande do Sul)
Ainda que as Serras Gaúchas sejam conhecidas como um tradicional destino de quem gosta de vinho, é no Vale dos Vinhedos que ficam as principais atrações do gênero. São diversas propriedades rurais com vinícolas de portes variados entre as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul. Lá, o turista pode participar de visitas guiadas – incluindo os próprios vinhedos –, degustações comentadas e jantares harmonizados.

2- Vale do São Francisco (Pernambuco e Bahia)
O Nordeste também reúne uma cultura expressiva acerca das vinícolas, mais precisamente no Vale do São Francisco, entre o Sertão de Pernambuco e o norte da Bahia. Lá, as uvas se destacam pelo sabor, suculência e acentuação proporcionados pela ação do sol. São ao menos sete vinícolas que oferecem degustação, visitas guiadas e outras atividades envolvendo vinhos, espumantes e sucos.

3- São Roque (São Paulo)
São Roque, que fica a aproximadamente uma hora da capital paulista, tem um roteiro inteiro especializado em enoturismo. A Rota do Vinho conta com mais de 30 estabelecimentos localizados na Estrada do Vinho, na Estrada dos Venâncios e na Rodovia Quintino de Lima.
Além dos passeios pelas vinícolas, que incluem até atividades como pisar em uvas, a cidade desenvolveu um roteiro gastronômico e de entretenimento ao redor da cultura do vinho. Então, se algum membro da família não gosta da bebida, pode aproveitar a visita para comer em algum dos restaurantes, que comumente possuem um complexo turístico com opções de lazer para todas as idades – inclusive as crianças.

4- Hunter Valley (Austrália)
Assim como no Brasil, onde a produção de vinho não é exclusiva da região Sul, há vários destinos fora dos mais conhecidos – países como Itália, Portugal, França e Chile – para quem deseja desfrutar do enoturismo pelo mundo. Um deles é Hunter Valley, na Austrália, que fica próxima a Sidney.
O local é considerado um dos mais bonitos do país e é indicado, inclusive, para quem busca fazer alguma celebração, como um casamento, em um local charmoso e afastado das grandes cidades. São pelo menos 150 vinícolas, além de mercados produtores e pequenos restaurantes. Os passeios têm guias locais e as vinícolas são responsáveis por rótulos diferenciados, com sabores únicos.

5- Stellenbosch (África do Sul)
Stellenbosch é a principal região produtora de vinho da África do Sul. Não à toa, reúne mais de 200 vinícolas instaladas em lugares isolados cercados pela natureza. Lá, é comum que os estabelecimentos ofereçam, além dos passeios entre parreiras, degustações e restaurantes, opções de hospedagem na própria propriedade.
A cidade sul-africana também se destaca por suas experiências diferenciadas em comparação aos demais destinos de enoturismo. Por exemplo, há uma vinícola que oferece uma degustação com harmonização de vinhos e sorvetes. Outras alternativas são a realização de piqueniques em campos ou jardins que integram as propriedades, e degustação com safari na fazenda.

6- Napa Valley (Estados Unidos)
Quem vai para a Califórnia dificilmente imagina que haja uma região cujo turismo gira em torno de vinhos, espumantes, sucos e outros derivados da uva. Porém, a região de Napa Valley, localizada a 100 km de San Francisco, reúne mais de 2.700 vinícolas e é a quarta maior produtora de vinhos do mundo – e a principal dos Estados Unidos. É um dos locais mais românticos do estado e fica atrás apenas da Disneylândia em número de turistas.

Quando visitar
Uma das principais vantagens do enoturismo é que os destinos são atrativos em todas as épocas do ano. Porém, há quem prefira viajar na época da colheita das parreiras que, normalmente, é feita em períodos quentes. No Brasil, por exemplo, o melhor período é de janeiro a março. No Chile e na Argentina, de março a abril, e na Europa, de maio a outubro.

Vinoterapia
A Casa Valduga, uma das principais e mais tradicionais vinícolas do Brasil, fica em Bento Gonçalves e oferece visitações, cursos, espaço para eventos e possui uma pousada dentro do próprio complexo. Para ampliar a experiência do hóspede, a marca desenvolveu, em parceria com a Harus, uma linha completa de amenities.

Chamada Vinotage, a linha acentua e prolonga a saúde e a beleza natural da pele, do corpo e dos cabelos explorando os benefícios da vinoterapia. Todas as fórmulas são livres de parabenos e veganas, além de possuir polifenóis que possuem ação contra os radicais livres da pele.

Consult us to find out more about our products and services! And, if you liked this content, share it with your contacts.

Share:

Stay up to date with all the news that Harus offers for the hospitality sector.

Register and receive our content first hand!

read more

en_US
Scroll to Top

LET'S KEEP IN TOUCH

REGISTER AND BE THE FIRST TO KNOW ABOUT OUR LATEST RELEASES AND EXCLUSIVE EVENTS.

Search
Hello! All good? How can I help you?